Câmara de Suzano aprova reajuste salarial de servidores

Sessão Ordinária 17-5-17 002 - Ricardo Bittner

Foto: Ricardo Bittner/Câmara de Suzano

 

A Câmara de Suzano aprovou  na sessão de hoje (17) o reajuste salarial dos servidores do Executivo e do Legislativo. O projeto de lei que trata sobre os salários dos funcionários da prefeitura sofreu alteração da proposta original feita pelo prefeito Rodrigo Ashiuchi (PR). O percentual de 4,75% será pago em duas vezes (primeira parcela a partir de 1º de março e a segunda a partir do dia 1º de novembro) e não mais em três vezes.

Essa alteração foi feita pelo Executivo através de uma emenda que foi votada em regime de urgência, assim como os dois projetos, já que não estavam na pauta da sessão.

O Legislativo suzanense esclarece que votou o projeto do Executivo porque foi informado pela administração municipal sobre a realidade financeira da cidade. Além disso, os vereadores também levaram em consideração que o percentual de 4,75% corresponde à variação do Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) no período de março de 2016 a fevereiro de 2017, divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Segundo explicaram todos os parlamentares, o Sindicato dos Servidores da cidade não havia procurado a Câmara antes do protocolo do projeto da Casa. Os vereadores também fizeram questão de esclarecer boatos que alguns membros do Sindicato estão espalhando aos funcionários públicos em relação ao aumento salarial dos parlamentares. A Casa de Leis suzanense seguiu a lei complementar nº 25, de 2 de julho de 1975, a Constituição Federal, que determina que “as Câmaras Municipais fixarão o subsídio dos vereadores no final de cada Legislatura para vigorar na subsequente, observados os critérios e limites determinados na presente Lei Complementar”. Ou seja, o aumento do subsídio dos atuais vereadores foi aprovado na Legislatura passada, mais especificamente em maio de 2016. Outra informação que o Sindicato não explicou corretamente aos trabalhadores é que o reajuste é válido pelos quatro anos do mandato.

Câmara

Assim como foi divulgado anteriormente, o aumento salarial dos servidores do Legislativo foi fixado em 4,75% e será pago em uma única parcela. Além disso, a Casa de Leis também aumentou os valores dos benefícios vale refeição e alimentação para R$ 295 e da cesta básica para R$ 150, a serem pagos a partir de 1º de maio.