Vereadores participam de inauguração da obra de Centro de Iniciação Esportiva (CIE)

Inauguração Obras CIE 13-4-18 001 - Ricardo Bittner

Descrição da imagem #PraCegoVer: de pé sobre um tablado, o presidente da Câmara Leandrinho fala ao microfone e é observado pelo prefeito, primeira-dama, vereadores e demais autoridades presentes ao evento de início da obra. Foto: Ricardo Bittner

Os vereadores da Câmara de Suzano participaram na manhã de hoje (13) da solenidade de inauguração da obra do Centro de Iniciação ao Esporte (CIE), projeto que integra o Programa de Aceleração do Crescimento 2 (PAC 2) e que foi conquistado por meio do Ministério do Esporte. O evento contou com a participação dos parlamentares: Leandro Alves de Faria (PR), o Leandrinho; Gerice Lione (PR), a esposa do Prefeito da Academia; Neusa dos Santos de Oliveira (PSD), a Neusa da Fadul; Rogério Gomes do Nascimento (PRP), o Rogério da Van; Edimilson Tavares de Assis (PDT), o Pau no Gato, Marcos Antonio dos Santos (PTB), o Maizena Dunga Vans e José Silva de Oliveira (MDB), o Zé Lagoa. Os deputados Márcio Alvino (PR – federal) e André do Prado (PR – estadual) também participaram da atividade, que foi comandada pelo prefeito Rodrigo Ashiuchi (PR).

Em seu discurso, Leandrinho ressaltou o empenho de Ashiuchi em resgatar o orgulho da cidade. “É um governo comprometido com a população”, opinou.

Segundo informações da prefeitura, o futuro equipamento público ficará no Jardim Santa Inês, no distrito do Boa Vista, e o investimento previsto é de cerca de R$ 4 milhões, com prazo de 12 meses para conclusão. O processo licitatório já foi concluído e neste momento o Executivo está acionando a empresa vencedora do certame para que os serviços possam ser realizados no local.

O CIE será construído em uma área pública municipal de 14.854 metros quadrados localizada na esquina das ruas Guilherme Garijo e Vicente Scálice. A unidade conquistada por Suzano é do modelo 3, o maior entre os disponíveis, com uma estrutura de 7.000 metros quadrados. No local haverá pista de corrida, pista para salto em distância, área para arremesso de peso – todas referentes a atletismo – e um ginásio para a prática das seguintes modalidades olímpicas: badminton, basquete, boxe, esgrima, ginástica rítmica, handebol, judô, levantamento de peso, lutas, taekwondô, tênis de mesa e vôlei. Também abrigará atividades de futsal e das modalidades paralímpicas esgrima em cadeira de rodas, goalball, halterofilismo, judô, tênis de mesa e vôlei sentado.

O ginásio terá espaço para quadra coberta com 40 metros de comprimento e 20 de largura e piso sintético. No local também haverá arquibancada com 177 lugares, espaço para academia, enfermaria, vestiários, copa, sala de professores e técnicos, depósito e salas de administração. Está prevista a utilização de materiais na obra que garantam conforto térmico e acústico aos alunos. Também serão atendidos requisitos de acessibilidade como rampas, plataforma elevatória, banheiros adaptados, portas mais largas e espaço para cadeiras de rodas na arquibancada.

O Jardim Santa Inês foi escolhido como forma de atender a um dos critérios de prioridade quando da apresentação do projeto no Ministério do Esporte, que é o fato de ser um bairro inserido em uma região de alta vulnerabilidade social. Ao governo federal competirá a liberação da verba para a construção e a implantação do CIE. Já ao município, além da disponibilização da área, da contrapartida de cerca de R$ 360 mil e da realização do processo licitatório, caberá efetuar a gestão, o funcionamento e a manutenção da unidade e elaborar um plano de ação e uma política para desenvolvimento do esporte.

 

Legado

Essa proposta do governo federal é considerada o maior programa de infraestrutura para iniciação à prática esportiva. Também é tratada como um dos legados da realização da Olimpíada no Brasil, na cidade do Rio de Janeiro, em 2016. Entre os objetivos estão identificar talentos e formar atletas; ampliar a oferta de instalações públicas; incentivar a prática esportiva; e estimular o desenvolvimento da base do esporte de alto rendimento no País. O CIE vai compor a Rede Nacional de Treinamento e terá conexão com os programas Atleta na Escola, Mais Educação e Segundo Tempo, todos com atividades de iniciação em modalidades olímpicas e paralímpicas. No total, 263 municípios foram contemplados, somando 285 unidades.