Sessão de entrega de medalhas lota Câmara de Suzano

8 de dezembro de 2016


 

Homenageados recebem medalhas "Antonio Marques Figueira" e "Nelson Mandela" na Câmara de Suzano. Foto: Ricardo Bittner

Homenageados recebem medalhas “Antonio Marques Figueira” e “Nelson Mandela” na Câmara de Suzano. Foto: Ricardo Bittner

A sessão solene realizada na noite de ontem (7) para a entrega das medalhas “Antonio Marques Figueira” e “Nelson Mandela” lotou a Câmara de Suzano. Entre as várias autoridades presentes estava o prefeito eleito, Rodrigo Ashiuchi (PR). Os homenageados foram Airton José Silva, que recebeu a “Medalha Antonio Marques Figueira”, e Francisco Ernesto Solurri, o Mestre Yuna, que recebeu a “Medalha Nelson Mandela”.

A concessão da medalha de Silva foi feita pelo vereador Edirlei Junio Reis (PSD), o Professor Edirlei. “Conheço o Airton há anos e ele é merecedor desta homenagem pela sua militância e luta para construir uma Suzano melhor”, argumentou. O homenageado, muito emocionado, explicou que estende a honraria para todas as pessoas que o ajudam na questão social. “Estou muito feliz e não tenho palavras para agradecer esta homenagem, comentou.

Já a medalha de Mestre Yuna foi concedida pelo vereador Walmir Pinto (PDT). O parlamentar ressaltou que Yuna entrará para a história de Suzano por ser o primeiro homenageado a receber esta honraria. “É uma medalha que eu criei porque entendi a necessidade de parabenizar aqueles que militam na questão racial. Sendo assim, o Mestre Yuna entra para a história por ser o primeiro a receber esta medalha por ter um trabalho muito grande nesse sentido”, opinou.

O prefeito eleito de Suzano, Rodrigo Ashiuchi (PR), parabenizou a Casa de Leis pelas iniciativas. “São duas das maiores honrarias do Legislativo suzanense e os homenageados realmente são merecedores deste destaque”, discursou.

O presidente da Câmara, Denis Claudio da Silva (DEM), o filho do Padrinho do Mercado, disse que a Casa fica honrada pela entrega das medalhas. “É uma honra para todos nós vereadores poder homenagear vocês. Estas medalhas ficam pequenas em relação a toda dedicação de vocês por Suzano”, afirmou.

Mestre Yuna (à esquerda) e Airton José Silva (à direita) durante sessão solene de entrega das medalhas "Nelson Mandela" e "Antonio Marques Figueira" na Câmara de Suzano. Foto: Ricardo Bittner

Mestre Yuna (à esquerda) e Airton José Silva (à direita) durante sessão solene de entrega das medalhas “Nelson Mandela” e “Antonio Marques Figueira” na Câmara de Suzano. Foto: Ricardo Bittner

 

Biografias

Airton José Silva entrou para a Sociedade Amigos do Bairro Jardim Colorado em 1989. Desde então evoluiu seus conhecimentos e aplicou-os a favor da comunidade suzanense. Em 1992 foi eleito primeiro secretário da associação. Lutou pela implantação do ensino médio na escola Alice Romanos.

Em 1995 entrou para a Comunidade Kolping São Judas Tadeu (CKSJT), e três anos depois foi eleito presidente do conselho fiscal. A Kolping é uma associação beneficente e filantrópica de assistência social e educacional. De 1998 a 1999 coordenou a implantação de projetos de profissionalização juntamente com a Kolping do Brasil e Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai). Em 2003 implantou o projeto “Viva com Saúde Zélica”. Em 2008 foi eleito vice-presidente da CKSJT e hoje é coordenador presidente da entidade.

Mestre Yuna é formado em História pela Universidade de São Paulo (USP) e em História da África, História do Brasil e das Américas na Universidade Oulu Konkuk, no Estado de Ogun State, Nigéria. Também é conhecido na cidade por sua Casa de Axé, de candomblé, que realiza cultos de matriz africana.

É mestre de capoeira desde 1982, formado na Bahia pelo Mestre Caiçara, na Academia Filhos de São Jorge. Organizou com outros mestres de capoeira eventos pela Liga Municipal de Capoeira de Suzano, como o 1°, 2° e 3° Campeonato Intermunicipal de Capoeira em Suzano.

Nos anos de 2003 a 2011, pela Secretaria de Cultura de Suzano, trabalhou como mestre de capoeira no Pavilhão Zumbi dos Palmares, no Parque Max Feffer e nos centros culturais Colorado, Boa Vista, Palmeiras e Francisco Carlos Moriconi. Participou de projetos importantes, como “Roda de Todos os Santos” e “Caminhada de Ogum”.